Edit

O lugar certo pra quem, assim como eu, é um amante de cerveja!

Fique por dentro.

contato@cervejeiroexpert.com

32 98456-0743

As cervejas artesanais ganharam muitos apreciadores por todo o Brasil nos últimos tempos. Milhares de consumidores apreciam o lúpulo como o principal nas receitas de cervejas artesanais. Mas, apesar disso tudo, um outro tipo de cerveja vem também conquistando o coração do brasileiro, as famosas sours. As sours são cervejas ácidas, pouco amargas e muito refrescantes, com aromas e sabores frutados em sua maioria. 

As cervejas artesanais ganharam muitos apreciadores por todo o Brasil nos últimos tempos. Milhares de consumidores apreciam o lúpulo como o principal nas receitas de cervejas artesanais. Mas, apesar disso tudo, um outro tipo de cerveja vem também conquistando o coração do brasileiro, as famosas sours. As sours são cervejas ácidas, pouco amargas e muito refrescantes, com aromas e sabores frutados em sua maioria.  

Na Bélgica, as cervejas sours são muito comuns e muito consumidas pela população. No país, em sua capital, se encontra a maior cervejaria com produção de cervejas ácidas, chamada Brasseria Cantillon. Apesar de as sours terem características específicas, não só as citadas podem entrar nessa classificação, já que muitas outras desse tipo de bebida utilizam diferentes métodos para as deixem mais azedas e marcantes pela sua acidez.  

Essa categoria de cerveja, mesmo possuindo diferentes estilos, possuem uma característica comum à todas: o uso das leveduras selvagens no processo de fermentação. Essas leveduras são microrganismos diferentes das comuns usadas em produções de cerveja como a Ale e Lager. Sendo assim, é possível termos diversas possibilidades para os cervejeiros na produção das sours.  

Algumas cervejas são fermentadas espontaneamente, e outras passam pelo processo artificial. No primeiro caso, o mosto, mistura do malte triturado com água a uma temperatura específica, é deixado em contato direto com o ar a as leveduras selvagens. No segundo caso, a leveduras selvagens são adicionadas ao mosto. Nesse caso, o uso das leveduras não se limita ao processo de fermentação, podendo ser usado em outros momentos da produção.  

Conheça algumas das cervejas sours: 

1- Flanders Red Ale

As cervejas conhecidas como Flanders Red Ale possuem uma acidez que surge após o longo tempo de maturação que ela passa nos tanques, além dos vários meses de maturação depois de engarrafadas e é proveniente da pequena presença de bactérias residuais encontradas nesses recipientes. 

2- Lambic 

As Lambics são cervejas de estilo tradicional belga e só podem ser produzidas nas regiões de Lambeek e Pajottenland, no sudoeste da Bélgica para serem consideradas originais. As produções fora dessas regiões classificam essas cervejas como “cervejas tipo Lambic”. As suas produções utilizam de fermentação espontânea.  

3- American Wild Ale 

As American Wild Ale são as produções das cervejas belgas em terras americanas. O seu estilo é muito versátil e possui diferentes estilos como base e diferentes usos das técnicas de souring, adição de frutas, entre outras.  

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *